Notícias
Sugestão de Liturgia Para o Dia da Mulher
01/03/2017

Sugestão de Liturgia para Celebração do Dia Internacional da Mulher
8 DE MARÇO DE 2017


Acolhida


L Celebramos neste dia a grande bênção de sermos mulheres. Nossos jeitos, nossas ideias, nossos dons, tudo o que nos faz mulheres e que nos fortalece cada dia para seguir lutando e abrindo caminhos para que este mundo seja diferente, inclusivo e igualitário em relação a direitos e oportunidades.

Recordamos as muitas mulheres que abriram caminhos e lutaram pelo fim da violência contra as mulheres e reivindicaram nossos direitos. Unimo-nos em uma corrente, em uma rede com toda nossa rica região Latino-americana e caribenha para celebrar este dia, dando graças Deus por nos criar à sua imagem e semelhança, delicadas e fortes, sensíveis, inteligentes e valentes, lutando dia a dia e fazendo que nossas vozes sejam escutadas.

Saudação

L Somos igreja. Reunimo-nos na presença de Deus, que nos ampara, nos abraça, nos socorre, nos fortalece, nos ama e promete a suas filhas e seus filhos uma vida plena.

Em nome de Deus, que criou céus e terra, de Jesus Cristo e do Espírito Santo.
C Amém

Canto

Confissão de pecados

L O pecado nos separa do amor de Deus e nos impede de viver em comunhão. A confissão sincera pode restabelecer a comunhão e fortalecer a caminhada de fé. Acheguemo-nos confiantes à presença de Deus e confessemos os nossos pecados.

C Perdão, Senhor, por não termos coragem para amar como tu nos amas.

L A ti que nos olhas com ternura e nos acompanhas na defesa da vida, te pedimos perdão por reproduzirmos costumes e tradições que causam discriminação e injustiça. Ajuda-nos a buscar a sororidade, a buscar caminhos alternativos para a construção de teu Reino aqui e agora.

L Reconhecemos que as vozes que defenderam a dignidade humana foram silenciadas e temos visto a violência em todas as suas facetas. Colocamo-nos diante de Ti, buscando tua misericórdia e tua justiça para as vozes que foram caladas.

C Perdão, Senhor, por não termos coragem para amar como tu nos amas.

L Reconhecemos que, muitas vezes, temos alimentado desconfianças, indiferença e simulado preocupação. Há situações em que nossos corações estão surdos para a necessidade, cegos para ofertar ajuda e mudos para compartilhar tua palavra profética.

L Arrependidos e arrependidas pedimos teu perdão. Dá-nos força para construir um mundo novo, livre de exclusão, marginalização e repressão de todo tipo. 

C Perdão, Deus, por não termos coragem para amar como tu nos amas.

L Por teu grande amor, mostra-nos tua justiça, tu misericórdia e tu graça.

C Amém.

Anúncio da graça

L O salmista diz: “Louvemos a Deus eterno e não nos esqueçamos do quanto Deus é bom. Deus perdoa os nossos pecados e cura nossas enfermidades”. Cantemos louvores a nosso Deus:

C Louvemos todos juntos o nome do Senhor.

Glória

L O Antigo Testamento nos relata que a profetisa Miriam tomou um pandeiro e todas as mulheres a acompanharam, tocando e dançando, louvando o Deus, que libertou o povo da escravidão.
Juntemo-nos a elas e glorifiquemos a Deus, pois Deus vem, nos orienta com sua Palavra e nos fortalece à mesa da comunhão.

C Glória, glória, glória a Deus nas alturas.

Liturgia da palavra

Canto 

L Ouçamos a leitura de Números 27: 1-11
C Pela Palavra de Deus, saberemos por onde andar. Ela é luz e verdade, precisamos acreditar.

Confissão de fé: (Credo da Mulher)

Creio em Deus, que criou a mulher e o homem a sua imagem, que criou o mundo e recomendou aos dois sexos o cuidado da terra.
Creio em Jesus, filho de Deus, eleito de Deus, nascido de uma mulher, Maria, que escutava as mulheres e as apreciava; que morava em suas casas e falava com elas sobre o Reino; que tinha mulheres discípulas, que o seguiam e o ajudavam com seus bens.
Creio em Jesus, que falou de teologia com uma mulher, junto a um poço, e lhe revelou, pela primeira vez, que ele era o Messias, que a motivou a ir e contar as grandes novas na cidade.
Creio em Jesus, sobre quem uma mulher derramou perfume, em casa de Simão; que repreendeu aos homens convidados que a criticavam.
Creio em Jesus, que disse que essa mulher seria lembrada pelo que havia feito: servir a Jesus.
Creio em Jesus, que curou a uma mulher, no sábado, e lhe restabeleceu a saúde porque era um ser humano.
Creio em Jesus, que comparou Deus com uma mulher que procurava uma moeda perdida, como uma mulher que varria, procurando a sua moeda.
Creio em Jesus, que considerava a gravidez e o nascimento com veneração, não como um castigo, mas como um acontecimento desgarrador, uma metáfora de transformação, um novo nascer da angústia para a alegria.
Creio em Jesus, que se comparou a galinha que abriga os seus pintinhos debaixo das suas asas.
Creio em Jesus, que apareceu primeiro à Maria Madalena, e a enviou a transmitir a assombrosa mensagem Ide e contai....
Creio na universalidade do Salvador, em quem não há judeu nem grego, escravo nem homem livre, homem nem mulher, porque todos somos um na salvação.
Creio no Espírito Santo, que se move sobre as águas da criação e sobre a terra.
Creio no Espírito Santo, o espirito feminino de Deus, que nos criou, e nos fez nascer, e qual uma galinha nos cobre com suas asas.

Canto (com recolhimento das ofertas)

Oração geral da Igreja

Que assim como Marta, saibamos servir, seja em nossas casas, em nossa comunidade, no lugar onde trabalhamos, onde vivemos. E que assim como Maria, sua irmã, saibamos quando devemos nos aquietar para escutar o que Tu, ó Deus, tens a nos dizer e a nos ensinar. E que não seja o cansaço ou o acúmulo de tarefas que nos impeça de estar em tua presença. 

Por Cristo, Teu Filho, nosso Salvador.

Liturgia de despedida

Bênção 

Que a bênção de Deus de Sara, Hagar e Abraão
A bênção do Filho de Maria
A bênção do Espírito de amor,
que cuida de nós como uma mãe cuida de suas filhas e de seus filhos,
desça sobre vocês. Amém.







Galeria de fotos